segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Papo de amiga: Separação dói, mas uma hora passa!




Ninguém nunca falou que separar é fácil, é tranquilo e não dói. Dói gente e dói muito! Até porque ninguém está preparado de fato (mesmo que seja necessário) para um termino de uma relação. A separação tem seus vários estágios de dor, de situações e circunstâncias, mas não deixa de ser traumática. Porém uma coisa é certa, essa dor não dura pra sempre, o que achamos que vai nos consumir por toda a vida, no seu devido momento vai passar (eu digo isso por experiência de causa).

Vai passar sim!!!

E pra quem está passando por um fim de relação no momento, ou já está sentindo que esse momento está próximo (porque se está sentindo que está vindo minha cara, é porque vem), tem uns requisitos básicos que tem de ser levados em conta porque faz parte e é fundamental para o estágio seguinte, aquele que vai te fazer sentir bem resolvida.

Às vezes, a relação já vem se desgastando como o passar do tempo e você vai meio que se separando aos poucos, que quando realmente chega ao fim você sofre, mas não fica naquela neura de que vai morrer e que seu mundo sucumbiu. Agora quando você é pega de surpresa e a surpresa consisti num fim repentino, aí minha querida você desce no centro da terra e não quer mais voltar. E é uma dor tão absurda que lhe tira todo o raciocínio lógico, costumo dizer que é uma dor sem "adjetivos" porque você não consegue explicar como dói, o quanto dói, você só sente devastar a alma. 

É devasta mesmo! Mas só até onde você quer!

A gente quando se relaciona quer que dure pra sempre, mas ninguém é obrigado a manter uma relação quando já não sente mais que é o melhor. E se você foi surpreendida e esta achando que o mundo acabou, não se preocupe, viva os estágios da separação que logo, logo tudo vai sumir. 

Primeiro de tudo, viva seu luto, chore o quanto puder, por horas, por dias, vai chegar uma hora que você não vai ter mais força pra chorar. Quer se isolar do mundo se isole, passe o dia inteiro com o mesmo pijama, lamente, ligue pra todas as amigas e se lamente ainda mais, vai chegar um momento que você vai se cansar das suas lamentações. Também vai ter aquele momento da loucura total, de querer voltar a qualquer custo pra pessoa, de achar que ninguém vai mais te querer na vida e tals. Quer saber? Não vale a pena correr atrás, porque se o boy quisesse mesmo está com você primeiro que não se separaria e segundo já teria voltado atrás. É melhor passar mais uns dias chorando e se lamentando com as amigas que é pra colocar tudo pra fora de uma vez. Eu sei que virão mil e uma interrogações. Qual o problema comigo? Onde foi que eu errei? Será que não sou perfeita? Mas tudo é uma questão de tempo pra começarem a surgir as exclamações. Eu não mereço passar por isso! Eu mereço ser feliz!

Depois de duas semanas mais ou menos, depois de todas as lágrimas, lamentações, porres, comilança de besteiras, você vai acordar um dia com um sentimento diferente, vai começar a refletir sobre tudo e perceber que sobreviveu, que está viva e aquela dor sem "adjetivos" já nem dói tanto assim. E pra ser categórica só pra lembrar daquele velho ditado " o que não te mata, te fortalece." E fortalece mesmo! O coração começa a reagir de maneira diferente, o sentimento amadurece e a razão volta ao seu eixo, havendo um retorno da relação ou não.

O importante disso tudo é que não vale a pena guardar mágoa, desacreditar no amor, porque tudo dar certo até o momento que dura, se não durou é que não era pra ser, e o tempo mostra isso com clareza.
Então bola pra frente a vida é curta e tem tantas emoções para serem vividas e sentidas, que a gente até esquece que sofreu.´Ser feliz é o que importa!