quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Cólica menstrual não é normal!



Vamos falar de mulher pra mulher (marisa) hehehe, brincadeiras a parte, a questão é séria. Tem algo pior que cólica menstrual? Na minha opinião, de total propriedade no assunto, acho que não! Só de pensar na determinada data do mês já começamos a sofrer por antecipação (eu que o diga), até porque a cólica nunca vem desacompanhada, ela vem e traz junto suas companheiras, dores nas penas, nas costas, na cabeça, inchaço, mau humor, são predicados ruins que não acabam mais.

Quando é uma cólica leve que com um analgésico passa, é tolerável, se não atrapalha sua rotina, mas quando a cólica se torna praticamente a terceira guerra mundial na sua vida (como é meu caso), é de pirar na contração. É isso mesmo, a cólica nessa finalidade nada mais é do que o ato de contrair o útero para expelir a menstruação.

Todo esse blá, blá, blá é para conscientizar algumas companheiras de "cólica" que podem estar achando que é absolutamente normal sentir tanta dor. NÃO É! Cólica menstrual nessa proporção pode ser a causa de endometriose (que também é meu caso). Pra você entender um pouco na minha linguagem nada científica, nosso útero possui uma camada que o reveste interiormente chamado endométrio, ele tem toda uma preparação para receber o óvulo fecundado, se isso não ocorre, surge como se fosse uma descamação do endométrio e é expelido junto com a menstruação, só que parte desse endométrio em vez de sair toma outros caminhos e vai se fixando na parede abdominal e em uma série de órgãos, causando a endometriose, que por sua vez, além de todos os desconfortos (não são poucos) pode causar a infertilidade. Por isso que cólica menstrual não é normal. Raciocina comigo, mulher não foi feita pra menstruar, mulher foi feita pra procriar, parece arcaico, mais é isso mesmo. Antigamente a mulher tinha mais filhos e menstruava menos, hoje a mulher menstrua por um tempo muito maior e deixa pra ter filhos tardiamente. 

Eu descobri que tinha endometriose há 4 anos, mas sofri demais com cólica a vida inteira, sem que nenhum médico conseguisse descobrir a causa, e quando foi diagnosticado já era tarde, meu estágio de endometriose era crônico e só poderia ter filhos por fertilização assistida, mesmo assim sem o tal cem por cento seguro. Superei essa fase, e depois de todos os procedimentos médicos que fiz, cirúrgico e tal, a melhor decisão tomada pelo médico era de não menstruar, porque quanto mais a mulher com endometriose menstrua, mais a doença se agrava, então inibir o fluxo é o caminho para controle. Fiz esse controle por 4 anos com contraceptivo Tâmisa 20 (sem interromper), mas meu organismo acredito eu, estava habituado e comecei a ter escapes menstruais.

Agora estou iniciando um novo tratamento, pelo menos a endometriose está sob controle, estou tomando Allurene que é específico para endometriose e continuarei sem menstruar. Vamos ver no que vai dar. Isso é assunto para outro post. Sendo assim fica aqui meu recadinho de utilidade pública, se você tem cólica menstrual procure seu médico, questione e solicite diagnósticos específicos, porque quanto antes for detectado o problema mais chance de preservar sua fertilidade e sua saúde. Vamos trocar idéia? Comenta!